A

13º Prêmio Barco a Vapor 2017

O cometa é um sol que não deu certo

Emanuel é um menino que vive num campo de refugiados sírios no deserto da Jordânia. Entre privações e obrigações, encontra lugar para sonhar na companhia dos amigos, como a menina Amal, por quem nutre um sentimento diferente, que não compreende muito bem. Pelo olhar sensível do protagonista, o leitor é apresentado ao drama dos refugiados sírios e acompanha os dilemas e sonhos de Emanuel em meio ao seu cotidiano sofrido e incerto. Vencedor do 13º Prêmio Barco a Vapor 2017, O cometa é um sol que não deu certo é o primeiro livro infantil de Tadeu Sarmento, já vencedor de outros dois prêmios literários com livros adultos. Segundo ele, a inspiração para escrever a obra veio a partir da trágica imagem do menino sírio que se afogou durante a travessia do Mediterrâneo, em 2015. A crise de refugiados, tema atual de extrema relevância, que põe em cena os efeitos dramáticos da intolerância político-religiosa e racial, é trabalhado pelo autor de modo ao mesmo tempo realista e poético, com enredo consistente e personagens empáticos. A ambientação é minuciosa: além da arquitetura e da rotina dos campos reais, especialmente o de Azraq, na Jordânia, o autor contextualiza a situação sociopolítica da região e as rotas usuais de travessia. As ilustrações dialogam com o texto de forma harmônica e poética e o título, uma metáfora do nomadismo dos refugiados, remete à origem dos cometas, astros sempre em trânsito.

Autor(a): Tadeu Sarmento

Ilustrador(a): Apo Fousek

Páginas: 120

Indicação: A partir de 10 anos

Leia um capítulo do livro